Comissão da reforma política marca para terça-feira votação de destaques

Comissão da reforma política marca para terça-feira votação de destaques

COMPARTILHAR

O sistema do Distritão foi aprovado para ser uma transição para o Distrital Misto. Mas parlamentares de diversos partidos, tanto do governo quanto da oposição, dizem que vão tentar derrubar o Distritão no Plenário.

Neste sistema, os deputados são eleitos entre os mais votados em cada estado como ocorre nos pleitos de Senadores, acabando com o sistema proporcional, que distribui os votos de quem não foi eleito entre os candidatos do mesmo partido ou coligação.

Para o deputado Danilo Fortes, do PSB, o Distritão acaba com a figura do puxador de votos.

Os críticos do Distritão afirmam que ele privilegia os políticos mais conhecidos e dificulta a renovação, como argumentou o deputado Ivan Valente, do PSOL.

No Distrital Misto, que começaria a valer em 2022, o eleitor tem dois votos, um para a eleição majoritária, onde os mais votados de cada distrito vencem, e outro para uma lista fechada dos partidos.

A exceção é a eleição para vereadores, que se manteve com as regras de hoje.

O relator da reforma, deputado Vicente Cândido, do PT, criticou o resultado das votações.

Ainda faltam votar 2 destaques para alterar o projeto. A nova sessão foi marcada para próxima terça-feira. Lembrando que no Plenário, novas alterações podem ser feitas.

Fonte: Portal EBC

COMPARTILHAR