Brasil anuncia que vai manter orientação de uso da cloroquina; OMS suspendeu...

Brasil anuncia que vai manter orientação de uso da cloroquina; OMS suspendeu testes

COMPARTILHAR

O Ministério da Saúde afirmou nesta segunda-feira que, conforme o resultado de testes, pode suspender a orientação para uso da cloroquina nos primeiros sintomas do coronavírus. Mas que, apesar da decisão da Organização Mundial da Saúde, a OMS, de interromper testagens com a droga, o governo federal vai manter as orientações para o uso neste momento.

Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, afirma que a pasta tem segurança com a orientação, e vem acompanhando estudos que estão sendo feitos no país.

A OMS suspendeu temporariamente testes com o medicamento hidroxicloroquina em pacientes com o novo coronavírus. Quem comunicou a interrupção foi o diretor-geral do órgão, Tedros Adhanom, nessa segunda-feira. A medida se deu por questões de segurança dos pacientes, até que os dados sejam revisados.

A organização já havia afirmado que as evidências clínicas não indicavam o uso do medicamento para a Covid-19 até que as pesquisas fossem concluídas. Mas que a decisão sobre a indicação do uso de qualquer medicamento, é de cada país.

Na semana passada, o Ministério da Saúde publicou uma nova orientação para o uso da cloroquina, indicando inclusive para a fase inicial de sintomas da doença. A norma, entretanto, garante ao médico a sua indicação, além da necessidade de autorização de uso dos pacientes. Segundo a pasta, a orientação garante o acesso ao tratamento em todo país.

Associações médicas brasileiras e o Conselho Nacional de Saúde também se posicionaram contra o uso da cloroquina no tratamento da Covid-19, alegando ausência de comprovação científica sobre a eficácia do medicamento.

 

Fonte: Rádio Agência Nacional

COMPARTILHAR