PAD: Departamento Jurídico obtém mais uma vitória em defesa de filiado

PAD: Departamento Jurídico obtém mais uma vitória em defesa de filiado

COMPARTILHAR

O Sindicato Nacional dos Servidores Administrativos do Ministério da Fazenda (Ministério da Economia) – SINDFAZENDA, informa que o Departamento Jurídico obteve mais uma vitória na defesa de um filiado em Processo Administrativo Disciplinar – PAD.

”Essa decisão confirma o compromisso de acolhimento e dedicação na defesa dos servidores que vivenciam essa terrível situação em suas vidas funcionais. Conseguimos reverter uma possível demissão em uma aplicação de suspensão, convertida em multa pecuniária”. Destacou a presidente do Sindfazenda, Neire Luiz Matos.

De acordo com a líder sindical, esse não é o primeiro e, “infelizmente“, não será o último PAD que o SINDFAZENDA atua na defesa de filiados.
“ Graças ao ótimo trabalho do nosso Jurídico,  já conseguimos reverter várias punições. É imensurável a gratidão que recebemos em troca. Quando o filiado nos procura para manifestar o seu agradecimento a equipe que está à frente do sindicato tratando dessas demandas. É algo difícil de descrever”. Enfatizou.

Nesse sentido, conclui-se que o trabalho executado pelo sindicato tem um alto percentual de acertos.

Importante pontuar que atualmente há em média trezentas ações “diversas“ em tramitação no Judiciário, e cinco processos administrativos.

Vale destacar que o SINDFAZENDA desenvolve muito trabalho e horas de estudos. Não são somente atividades jurídicas envolvidas nessas diversas ações, pois além da questão jurídica, que recebe uma brilhante atuação do adv. Expedito Júnior, esses temas precisam ser discutidos pela assessora jurídica Isabel Ataíde, pela diretoria Jurídica, e a valorosa contribuição do diretor de Administração e Finanças, Luis Roberto, e então passar pelo aval da presidente da entidade.
Especificamente em relação aos PAD’s, o SINDFAZENDA precisa ouvir o envolvido que, na maioria das vezes, está totalmente fragilizado; necessitando, antes de qualquer procedimento jurídico, do acolhimento e discrição do sindicato. “Podemos afirmar que todos que procuraram o sindicato nessa situação tiveram esse acolhimento e uma atuação do nosso Jurídico sempre focado e altamente profissional”. Ressaltou Neire.

O sindicato esclarece que o filiado não tem custo algum para a sua defesa, seja na esfera administrativa ou na judicial, quando o sindicato precisa acionar o Judiciário em alguma ação judicial para reverter a demissão.

Assim, mais uma vez, o SINDFAZENDA reafirma o orgulho neste momento e a sensação de estar fazendo o melhor aos seus filiados.

Imprensa/SINDFAZENDA

COMPARTILHAR